4ª JORNADA ECUMÊNICA
Ecumenismo, Ecologia, Economia e Vida

“... e vossos jovens terão visões...” Joel 2.28

Ecumenismo, Ecologia, Economia e Vida: 4ª Jornada Ecumênica

“E acontecerá, depois, que derramarei o meu Espírito
 sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão,
vossos velhos sonharão, e vossos jovens terão visões;
e até sobre os servos e sobre as servas derramarei
o meu Espírito naqueles dias.”
(Joel 2.28 e 29)

Entre os dias 11 e 15 de novembro o Fórum Ecumênico Brasil (FE Brasil) e o Fórum Ecumênico Sulamericano (FE Sul), promoveram, em Itaici, interior de São Paulo, Brasil, a 4ª Jornada Ecumênica Latino Americana, tendo como tema“Ecumenismo, Ecologia, Economia e Vida”.

A Jornada reuniu cerca de 312 participantes, em sua maioria joventudes de movimentos e organizações sociais, de populações tradicionais (quilombolas e indígenas), de religiões cristãs e outras expressões religiosas, de diferentes regiões do Brasil e demais países da América do Sul (Argentina, Uruguai, Paraguai, Colômbia, Bolívia e Peru).
A primeira Jornada aconteceu em 1994. As outras duas ocorreram em 2002 e 2005. A principal motivação da 4ª Jornada Ecumênica é que a formação ecumênica sirva de plataforma para aprendizado e reflexão acerca de questões relacionadas ao tema dos direitos sociais, econômicos, culturais e ambientais (Dhesca), buscando desenvolver uma maior incidência, fora do círculo ecumênico brasileiro e latino-americano, sobre estas questões.

O papel das juventudes neste processo, foi questão transversal nas discussões sobre as Dhesca, enfrentando o desafio de criar uma consciência mais efetiva acerca destes pontos.

Inspirados por uma metodologia protagonista e inclusiva, os/as participantes da Jornada participaram de dois painéis de análise de conjuntura e trabalharam em Rodas de Diálogos, formadas por representantes das diversas regiões presentes. Ao final de cada dia, todos/as voltavam a se reunir por regiões, desta vez nos Grupos Autogestores.
Um dos momentos mais esperados da Jornada Ecumênica foi o painel com o tema “A Afirmação dos Direitos Humanos, Sociais, Culturais e Ambientais na Construção da Incidência Pública e Política” que contou com a participação do Ministro-Chefe da Secretaria das Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Padilha. A Jornada Ecumênica recebeu apoio financeiro da Cese, Christian Aid, Creas, FES/CNBB/Caritas Brasil, Fundação Luterana de Diaconia (FLD), ICCO, Igreja Metodista Unida - GBMG (EUA) e Igreja Unida do Canadá.

Leia a Carta de Abraços de Compromissos da 4ª Jornada Ecumênica

Painéis

No dia 12 de novembro, aconteceu o 1º Painel com o tema “Construindo a Justiça Socioambiental: Desafios Científicos, Teológicos e dos Povos”, e que contou com a participação de Abraham Colque, formado em Teologia pela Universidad Bíblica Latinoamericana da Costa Rica e mestre pela Universidad Libre de Amsterdam (Holanda). Atualmente é Reitor do Instituto Superior Ecumênico Andino de Teologia – ISEAT e Secretário Executivo da Comunidad de Educación Teológica Ecuménica Latinoamericana y Caribeña (CETELA); Nancy Cardoso Pereira - Pastora metodista e Agente/assessora da CPT - Comissão Pastoral da Terra e Tânia Pacheco - Coordenadora executiva do Mapa da Injustiça Ambiental e Saúde no Brasil, integrante do GT de Combate ao Racismo Ambiental e da Rede Brasileira de Justiça Ambiental.

No dia 14, o Ministro-Chefe da Secretaria das Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Padilha, participou no painel intitulado “A Afirmação dos Direitos Humanos, Sociais, Culturais e Ambientais na Construção da Incidência Pública e Política”, que também contou com as presenças de Jorge Atílio Iulianelli e Marcelo Durão, representando respectivamente o fórum brasileiro da ACT Aliança (FE Brasil) e os movimentos sociais (Via Campesina e MST).
Em sua fala, Padilha traçou analogias a partir de dados pontuais do Brasil atual, como aqueles relacionados à extração de petróleo no país e os esforços pela erradicação da miséria. Enfatizou que a cobrança, fiscalização e diálogo com os movimentos sociais é uma das interfaces mais importantes para a efetivação de um projeto de desenvolvimento que seja comprometido com os direitos humanos, sociais, culturais e ambientais.

Rodas de Diálogos

A dinâmica da 4ª Jornada foi marcada pelas chamadas Rodas de Diálogos. “Em grupos menores que a grande plenária, com representantes de todas as regiões, onde os/as participantes se sentem mais encorajados/as a falar, a compartilhar suas experiências e a defender suas propostas”, afirma Lucia Leiga, Coordenadora de Metodológia da jornada.

Foram sete as Rodas de Diálogos da Jornada de 2010. Ali, em momentos distintos, cada grupo debruçava-se sobre um dos temas que compõem o tripé conceitual que inspirou o trabalho da jornada: ecumenismo, ecologia e economia. Temas transversais, como a incidência pública das alternativas defendidas, o clamor por maior apoio a projetos de desenvolvimento que estejam voltados e marcados pela sustentabilidade e o chamado à responsabilidade social das empresas, brotaram de vozes oriundas de todo Brasil e demais países da América Latina.

As Rodas de Diálogo tiveram ainda a tarefa de identificar questões pontuais nos temas da economia e do ecumenismo. Grande parte dos/as participantes é oriunda de movimentos sociais e/ou está envolvida em projetos apoiados pelas organizações que formam o Fórum Brasil de ACT Aliança (FE Brasil) e em grupos de juventude em suas igrejas. Por isso, a afirmação da agricultura familiar e da economia solidária foram duas das marcas mais fortes nas conversas sobre economia.

Também a teologia foi tema transversal de debate. Principalmente no que tange o papel que a(s) teologia(s) desempenham ou potencializam em contextos econômicos específicos. Para Marilia Schüller, assessora de projetos de KOINONIA, “O cenário religioso brasileiro hoje é rico em teologias que legitimam realidades e estruturas econômicas não-sustentáveis e não-inclusivas, como é caso da Teologia da Prosperidade. Estamos aqui reunidos para expressar que existe um contraponto. Defendemos e representamos teologias vivas, marcadas pelo comprometimento com a vida, com a dignidade e com a inclusão”.

Grupos Autogestores
Ao final de cada dia, os/as participantes se reunião nos Grupos Autogestores, para compartilhar as discussões acontecidas nos Painéis e Rodas de Diálogos, levantado questões relacionadas diretamente às suas regiões, movimentos e organizações sociais e instituições religiosas, presentes na jornada.

Eventos Autogestináveis
Aproveitando o “Grande Encontro” proporcionado pela 4ª Jornada Ecumênica, vários eventos foram realizados à noite, como a Assembléia Ordinária de KOINONIA Presença Ecumênica e Serviço e da Rede Ecumênica da Juventude – REJU, Seminários, apresentações de documentários, além de momentos de confraternização nas noites da jornada.

Celebrações Litúrgicas
Com títulos motivadores como Chegança, Lembrança, Viração, Festança e Andança, as celebrações foram momentos marcantes para todos/as os/as participantes, “desta espiritualidade que nos faz viver, que nasceu no encontro de pessoas de distintas confissões religiosas, que em poesia, criaram palavras, sons e danças”, conforme expressou o jovem baiano e batista, Daniel Souza, formando da Faculdade de Teologia da UMESP, SP.

REJU – Presença das juventudes brasileiras na 4ª Jornada Ecumênica
A maioria das juventudes presentes na 4ª jornada ecumênica, vindos das cinco regiões do Brasil e demais países da América do Sul, foi convocada pela Rede Ecumênica da Juventude pela Promoção dos Direitos Juvenis (REJU), um projeto do RE Brasil, que se organizou a partir de 2007, com representação em quatro regiões do Brasil e que possibilitou a presença da maioria jovem brasileira presente e com representantes de diversas tradições religiosas, movimentos e organizações sociais ecumênicas.

Memória da 4ª Jornada Ecumênica: textos e fotos
A organização da 4ª Jornada Ecumênica estará em breve, disponibilizando aqui no site projornada, fotos e toda a memória do encontro. Aguarde!

Com colaboração de Marcelo Schneider, Débora Ludwig, Hugo Fonseca e Márcia Evangelista.

PROMOÇÃO
FE Brasil e FE Sul
APOIO FINANCEIRO
CESE - Christian Aid - CREAS - FES/CNBB/Cáritas Brasileira - FLD - GBGM - UCC
FW2